Rui Cruz

Eu, arguido

No passado dia 8 de Março, logo às primeiras horas da manhã, fui acordado por quatro simpáticos e anónimos inspetores da PJ – só um se dignou identificar-se.
No dia Internacional da Mulher, e dado o meu estado de solteiro, teria sido mais simpático enviarem inspetores de sexo feminino mas só veio uma.

Rui Cruz

Enquanto me “arrumavam” a casa – tudo no estilo “Feng-Shui” – fui questionado sem nunca conhecer os motivos que se escondiam por detrás de tão agradável e matutina visita (nota: para a próxima, sff, tragam-me o café e os jornais da manhã, obrigado).

Não fosse o incómodo e a humilhação, a cena até podia ter sido retirada do guião de uma telenovela do Moita Flores. Mas não.Afinal, o meu perfil acho que nem corresponde sequer ao das personagens habitualmente imaginadas pelo ex inspetor da Policia Judiciária: solteiro, ativista sem partido político, sem enredos amorosos, etc.

Ah., é verdade, sou membro do extenso, horrível e causador de tantos destúrbios à vida pacata dos cidadãos e ainda volta e meia extremista clube dos tais 99%. Não sei se isso ajuda a meu favor ou se quem lê isto percebe ironias, mas está dito.

E assim passei quatro horas. Embora em Angola na idade média um arguido fosse “um simples objeto do processo e nada mais, podendo ser alvo de humilhação, coação e da tortura”, aqui em Portugal temos efetivamente um melhor serviço para com a justiça, nem que seja por não estarmos na idade média.
Mas ainda assim não devemos ter direitos suficientes, já que os senhores inspetores nem sequer se deram ao trabalho de se preocupar com os meus.
Durante quatro longas horas, não tive a possibilidade de procurar conselho junto de um advogado (bem que eu queria um do estado, já que sou dos 99%) ou de contactar a família, colegas… ninguém. Ali fiquei, com o auspício da minha consciência, roído pelo stress e com fracos conselhos de e para mim próprio.

Sem entrar em detalhes – o que hoje me é proibido – concluo que tudo o que faz bip, tem botões e luzinhas pode interessar para a Justiça.

Sem nunca abordar os detalhes do caso (facto que sublinho), contactei um amigo a quem perguntei se as minhas atividades na internet tinham algo de ilegal.
O Tomé Mendes sabe que aqui ando desde há muitos anos e acompanha, mais ou menos, aquilo que vou fazendo na Web em alguns projetos:

“Não sei tudo o que fazes na Internet. Mas em todos os teus projectos de que tenho conhecimento, não vejo nada de mal. Não vejo nada de criminoso,” respondeu.
O Tomé acrescentou ainda que “o Tugaleaks é certamente o que mais problemas te pode trazer. Mas isso é porque escreves coisas que muitos não queriam ver divulgadas”.

Agora, mais calmo, recordo as palavras de um outro amigo – por sinal jornalista: “Portugal é um país de arguidos, a única coisa que os diferencia é o acesso que têm, ou não, à verdadeira Justiça”.

Passadas quase duas semanas, e enquanto aguardo as cenas dos próximos capítulos, vou relendo o conteúdo dos meus projetos sem nunca encontrar o “crime” de que sou acusado e me foi meio-contado.
Talvez os meus leitores e amigos me possam ajudar a esclarecer este mistério. Por favor?

Enquanto isso, se o tema te interessa, comenta – pode ser até que me possas indicar o “crime” que alegadamente cometi, porque os factos todos nem eu os sei como arguido – e partilha este texto nas redes sociais.

Obrigado.

Rui Cruz, o arguido.

 

Comentários

  1. Eish. Ler isto é muito mau. Principalmente quando quase todos sabem o que realmente fazes na WEB.

    Ainda não sabes o motivo de te acordarem com 4 inspectores? Se fossem 4 inspectoras nem te passaria em publicar isto 😛

    Abraço

  2. Eu julgo que com o tugaleaks seja um acto de coragem, não o conheço, mas segundo o que escreve aqui e segundo o que o seu amigo diz e sendo que escreve para o tugaleaks se fosse realmente bandido já tinha sido alvo por parte de outros de divulgação de algo errado que tenha cometido. Quer dizer até comete, mas aí o Estado até obriga a cometer, que é o uso do acordo ortográfico que é ilegal, mas não é isso que é acusado. Mas desejo-lhe força e que o problema seja resolvido sem demora.

  3. E voltamos ao tempo da PIDE e da Censura… em que quem fala do governo está lixado…

  4. Arguido? Às tantas andaste ai a oferecer joaquinzinhos, pareceres ambientais na construção de galinheiros… gaivotas para a Marinha?

  5. Supondo que realmente nunca fez nada de ilegal, provavelmente tem a ver com os Anonymous e os ataques a sites dos últimos meses. Como fala muita vez dessas actividades, pode ser mero suspeito de pertencer à rede, sendo constituído arguido para ser investigado, ou até ter surgido o seu contacto noutra investigação que esteja a decorrer. Se não fez nada de mal, não tem com que se preocupar. Apenas as chatices todas, dinheiro em advogado, tempo perdido, stress e preocupação, etc, isso faz mossa…

  6. Boa noite:

    Crime: Ser e viver em portugal

    Provas: Não ter nenhuma cunha dos cães grandes.

    Sentença: A sua vida poderá ser infernal…

    Assim vai o nosso país… Ao ponto de me fazer pensar:

    -Será que não vou ter problemas por deixar aqui o meu comentario? (talvez seja um exagero este pensamento… Mas a partir do momento que o tenho, alguma coisa vai mal, não? serei eu?)

  7. Ainda para ai a uns 3 meses vi uma noticia do tuga num forum e disse k isso ainda ia dar problema, logo é coisa que não estranho, e tu tb não sei como ficas adimirado vives no pais que vives dizes verdades tinhas que levar na cabeça, isto é uma miséria, pergunta ao advogado se tu tirando a carteira de jornalista eles te larguam a perna, visto que quem tras algumas verdades e noticias és tu eles ate ta deviam era oferecer.

    Ainda para ai a uns 3 meses vi uma noticia do tuga num forum e disse k isso ainda ia dar problema.

    Isto tem que ser é partilhado e mais que partilhado.

  8. Ele nunca incentivou nem no ataque à moodys nem em qualquer outro ataque que foi feito antes ou depois, sejam defaces ou DDOS. Rui Cruz não participou, icentivou ou geriu qualquer ataque, tudo o que ele fez era estar nos varios canais que estavam a ser usados para depois mais tarde reportar os acontecimentos.

  9. Angola na Idade média tinha uma justiça muito à frente…

  10. Fui dos primeiros a conhecer a conhecer este website e até dei-te a conhecer os primeiros videos anonymous a Portugal acerca da ACAPOR. Foi num inverno chuvoso.

    És um criminoso Rui. Se te acontece alguma coisa, vai acontecer muita coisa. Boa sorte e toma conta de ti.

    Cumprimentos do Norte

  11. o que a policia quer é meter-te medo e ver se conheces alguem na cena , vão chantajear-te e até dizer que cometeste algum crime que não cometeste para ver se te abres de algo que possivelmente possas saber. para lidares com eles aconselho-te a estudar uma beca de psicologia. estamos contigo…

  12. Imagino que entraram com um mandato judicial. Para haver mandato é necessário haver fundadas suspeitas de um crime. Mas nem sempre é assim. Há juízes, uns mais outro menos colaborantes. Se eventualmente houve excesso de zelo por parte de quem emitiu o mandato, sempre pode participar ao Conselho Superior de Magistartura. Está bem, eu também sei, que a participação acaba arquivada, mas sempre entra nas estatísticas. Depois, se tiver a sorte de ter um advogado cumpridor, sempre pode instaurar um processo ao Estado Português.

  13. “Não matem o pianista, ele faz o melhor que sabe”. Esta frase, que Oscar Wilde terá visto num bar, retrata o essencial do que está aqui em causa: há quem esteja mais preocupado em apagar a mensagem do que em compreender a sua causa. Chama-se a isto censura. Ou, como disse Freud, é uma forma de auto-defesa: se as notícias não são agradáveis, anulemos quem as traz. Ou seja, estamos a falar de paranóia e outras patologias. Vergonhoso trabalho “policial” e “judicial”. Acompanharei solidariamente o caso, que me parece que irá dar em nada. Mas que se gasta dinheiro dos contribuintes… gasta. E que vem nas vésperas de uma Greve Geral… vem.

  14. […] permitirem a presença de um advogado e terão levado quatro horas a abandonar a sua residência (ler o relato do próprio). A melhor resposta ao governo é aquela que daremos na rua, já na greve geral da próxima […]

  15. Também já fui constituido arguido.
    E sabem porquê?
    Por incongruência das autoridades que temos e da falta de autoridade em que vivemos.
    O cidadão tem de se queixar, dizem as autoridades. Mas o cidadão queixa-se e depois é constituido arguido.Então o que falha no país? Simplesmente falha o cumprimento das leis e a falta de aplicação da lei.
    Durante anos vivi o terror do condominio indisciplinado. Esse condominio ainda subsiste, porque e só a tiro é que deve ser combatido. Anos a fio subsisto aos incómodos ruidosos de gente que nada produz e vive à custa dos nossos impostos. Foram anos de queixas e sucessivas queixas que não levaram a nada. Anos a fio onde a policia chegava e não atuava. Na cara destas ditas autoridades, os subservientes incomodadores gozavam com a autoridade e eu, como via as amedrontadas autoridades a não reagirem às provocações, mandava-as embora. Ao fim de dez anos lembro-me de escrever uma carta e endereça-la a tudo quanto é autoridade, mas de nome, neste país. Escrevera simplesmente isto : serão corresponsabilizados por não agirem em conformidade. A minha vida é um inferno. Trabalho e pago os meus impostos, enquanto gente deste calibre goza na minha cara. Passados meses, 7 horas da manhã uma brigada da PSP, inrompe casa dentro om mandado de busca. Diz o mandado que eu estou indiciado nos crimes de falsificação de documentos e pelo crime de ameaças. Levaram-me equipamento que as autoridades policiais desconheciam a utilidade e um computador, cujos investigadores levaram 3 horas a verificar o ti+po de gravações instadas da net. o processo fora arquivado ao fim de um ano, mas o ruído continua.

  16. amigo, qual censura. o mandato foi no ambito dos ataques dos lulas secas Portugal :p dada a tua afiliação com os mesmos, se eu fosse inspector e estivesse a investigar o caso claro que ia pedir um mandato para olhar pras tuas coisinhas a ver se de facto há praticas ilicitas… porque lá está, quem se dá com criminosos tipicamente ou é criminoso também ou está consciente dos crimes de quem se afilia.

    para tirar a verdade a limpo é preciso um mandato para fazer buscas, de outro modo é dificil apurar a verdade… duvido que te tenham lixado qualquer direito legal :)

    se calhar não conheces é os teus direitos nem os direitos da policia judiciaria mandatada por Juiz 😉

  17. Só de pensar nas centenas de vezes q te kickei e bani de inúmeros canais, no irc. Ainda me lembro dos 1ºs dias q a tua personagem apareceu no irc, sei q é ” mau ” mas tenho MESMO pena de ti pq das mtas miúdas com quem TENTAVAS teclar, comi-as TODAS AHAHAHAHA

  18. Estão te perseguindo Rui Cruz! Alguém não deve gostar do seus blogs. Tem a sorte de não morar no Brasil, pois aqui nem iriam te perseguir… E sim mandar te matar o quanto antes!

    Boa sorte e continue a nos informar.

  19. mas não te apresentaram um mandato? e não te permitiram um advogado? Então tudo o que se passou na tua casa foi ilegal e podes ripostar. Arranja um advogado.

  20. Só um é que se identificou???? Chamavas a PSP para os identificar, até porque, podiam perfeitamente serem ladrões. Nada de inédito.

  21. Rui estou contigo, da próxima já sabes como fazer, simplesmente perguntas do que se trata e caso não aches boa coisa então bates a porta na cara desses parvalhões que forem a tua casa porque está no teu direito, se querem espiar ou saber o que ainda não sabem que arranjem um mandato ou então podem sempre tentar piratear o teu pc ahahahahah 😀
    Melhor sorte, abraço.

  22. Isto a mim parece-me algo mais parecido com “O Processo” de Kafka do que um romance do Moita Flores… Mas também,todo este país parece saído de um pesadelo do mesmo!

  23. Arquido e com uma busca em casa sem saber do que é acusado. Porque será que isto me faz lembrar a Pide e a Inquisição?

  24. Lamento muito! A justiça é uma grande embrulhada e mesmo que te safes podes ter de andar uns anos a correr para tribunais (digo que te safes porque ser inocente e safar-se no tribunal não são sinónimos).

  25. Não fizeste mal nenhum.. Como disse num post qe coloquei numa pagina do facebook de alguem que partilhou este artigo, se tu cometeste crime, entao eu acho melhor cancelar todos os meus projetos musicais que envolvem comentarios sobre a merda do estado do pais… Força com a tua “cena” Rui.. haha

  26. A asfixia democratica que os estarolas apregoavam, estão a aplicà-la na perfeição. Este poder salazarista, podre, invade a privacidade de cada um. Não esquecer as famosas escutas a Belém em que os agora no pote, não tiveram vergonha de encomendar para derrubar um governo legítimo.

  27. Mas penso que com um bom advogado a coisa poderá ter outro fim,não?

    Ficar preso na sua própria casa sem poder contactar um advogado?

    É este modos operandus que os Americanos vieram ensinar cá?

  28. Portugal está a degradar-se aos poucos no que diz respeito á liberdade da informação.

    Isto está a precisar de uma revira-volta.

  29. lol liberdade de expressão…certo. onde está o comentário que fiz ontem?

    pois.

    já agora, policia do pensamento ?

    como é que sugerem a policia fazer buscas sem mandatos ?

    Um mandato é pra ser executado, o Rui não foi preso nem retido sem direitos… se não tem advogado, azar. se precisa de um publico é pra contacta-lo.

    ninguém te impediu de teres um advogado presente, se bem que na pratica não faria diferença nenhuma… os Srs. Agentes tem o direito de executar o mandato que têm do Juiz :-)

    se não gostas de ser arguido, não te associes com pessoas criminosas que é meio caminho andado.

    não é pelo tugaleaks revelar o que quer que seja que te foram bater a porta mas sim pela tua afiliação com pessoas que cometeram crimes :-)

    desta vez assinei com o meu nome pra ver se o comentário não desaparece….

    já agora, gostava de saber como é que a policia é suposto investigar um caso relacionado com questões digitais se executar um mandato de buscas não fosse possivel…. pediam aos criminosos pra ir prestar declarações e levar as possiveis provas era ?

    lol.

    tás com os tomates apertados e agora tás numa de cantar a canção da vitima….

    devias ser homemzinho e assumir a postura madura de que és inocente e não um mandato não te assusta pois não cometeste crime nenhum ao invés de andares ai cheio de medo e a tentar tornar isto numa questão de censura (que não é nem de longe)

    só acho mal a PJ não tem feito buscas nos teus servidores visto que certamente também contêm informação relevante à investigação deles!

    Abraço,
    Francisco Guerreiro

    1. Caro Francisco Guerreiro, e restantes, não estando a querer defender ninguém e até porque faço parte de uma das Forças de Segurança Portuguesas, uma das que em muitos dos casos os bo… da PJ só fazem buscas e cumprem mandados com o nosso apoio e sim posso te dizer que das inúmeras operações que participei ao longo dos já 12 anos de carreira que levo, posso te dizer que sim são cometidas muitas atrocidades nas operações, pois julga-se ou melhor julgamos muitas da vezes os visados ainda antes de qualquer juiz o fazer, tirando dai juízos de valor etc etc, e principalmente vindo da PJ mais te garanto que julgam ser intocáveis, e mais atrocidades comentem.

      Mais uma vez não estou a defender ninguém até porque não estive presente e só os presentes sabem o que realmente se passou.

      Quando dizes que o Rui Cruz foi constituído arguido por se dar ou por possivelmente falar em chats na net com pessoas que supostamente cometeram crimes que és criminoso, porque actualmente qualquer um pode criar um tugaleaks, fazer umas pesquisas na net apanhar algumas conversas de chats online e publicar e mais uma vez te desafio a ti e a quem quer que seja a incriminar-me por isso.

      Estamos a tornar-nos num pais de hipócritas e moralistas em que tu estás incluído em que se enquadra por exemplo downloads de musicas, filmes etc, em que eu tu e muitos fazem inclusive no proprio local de trabalho, como dizia Fernando Pessa, e esta hein….

      1. ó meu amigo, não acredito no download ilegal :-)

        mas sim, abusos há. se houve um abuso aqui no caso do Rui Cruz? duvido plenamente :-)

        até porque com certas provas que foram reunidas ao longo de uma certa investigação há de facto evidencias de comportamentos menos próprios…

        mas la está, eu pessoalmente estou-me a cagar

        adoro ver o Rui Cruz cheio de medo e adorei saber que teve a visita das 7 da manhã. especialmente porque já lhe tinha dito que era uma questão de tempo e ele teve uma postura de “sou o maior não me acontece nada”

        ele e os outros :-)

        e quando lhe batem a porta assume uma postura de coitadinho e de “ai ai a censura” lol

        quando não foi pelas publicações de treta que ele foi constituido arguido… mas deve ser bom prá publicidade 😛

        e quanto aos abusos, há que também saber lidar com eles. afinal, um mandato tem um ambito definido… o que está fora de ambito, fora está.

        e olha, achas mal que a PJ faça buscas quando necessário? como é que a PJ poderia investigar questões digitais sem ir a casa das pessoas suspeitas obter os suportes digitais?

        é que em situações fora das internets é facil, chama-se a pessoa a prestar declarações e interroga-se.

        no meio digital é mais complicado, é muitas vezes preciso obter mandatos deste género para averiguar se de facto há provas incriminatórias ou não…

        não trabalho para as forças de segurança mas acredito piamente que sem elas e sem os seus meios não se consegue parar os trafulhas… mais digo, actualmente em Portugal não se consegue nem com estes meios quanto mais sem eles… e o Rui com esta posta meia-verdade dá a entender que os agentes que o visitaram foram incorrectos, algo que sei que não foram 😉

        abraço,
        Francisco

        1. O que começo a ver neste nosso pais medíocre é cada vez mais a liberdade de expressão entre muitas outras coisas postas em causa e nós Forças de Segurança, usados como marionetas para o proveito dos chulos que nos governam, eu sei como é que isto lá ia, mas para já fico-me por aqui.

          1. subscrevo mas aplicado a outras situações.

            esta situação do Rui Cruz NEM DE LONGE está relacionada com a liberdade de expressão :)

            aquele caso de um tribunal obrigar um Blog a fechar sim, é um exemplo.

            o Rui Cruz não :) ele não foi constituido arguido pelo que está escrito no tugaleaks…até porque os ditos ‘leaks’ são de pouca relevância ou então já préviamente ‘leakados’ (caso dos documentos da offshore do socrates, que já tinham vindo a publico em 2009 e bem mais do que os documentos referenciados pelo Urso Cruz)

            o que eu não compreendo é como é que as forças de segurança são capazes de operar… são mal pagas como o camandro e correm riscos enormes…e no fim as pessoas até as tratam mal.

            eu “força de segurança” nunca na vida, ser mal pago e mal tratado por quem protejo e por quem me contrata? no thanks!

            :p

    2. Francisco Guerreiro, escreveu: os Srs. Agentes tem o direito de executar o mandato que têm do Juiz.
      Eu como eis agente, digo: mas quantas vezes as investigadas levam a que um Magistrado caia na de passar um mandado de busca sem fundamento, credível?
      Está na moda, em Portugal constituir em arguido, um qualquer cidadão, mas não se penalisa os incompetentes investigadores. No meu caso: fui constituido arguido e sabe com que bases? Pois bem. Durante anos puseram-me um cachorro a habitar as instalações sob as minhas orelhas e durante 12 anos as autoridades policiais e municipais, não foram capazes ou não estiveram interessadas em resolver o problema. Durante esta dúzia de anos, nós, aqueles que até contribuimos para os desempregados, com o esforço do nosso trabalho, estamos proibidos de descansar de noite para trabalhar de dia, enquanto estas bestas ficam a ouvir as telenovelas aos gritos e a algazarras com os amigos, quer de dia ou de noite e os agentes quando chamados ao local, mesmo testemunhando, não são capazes de relatar ou levantar o auto de noticia adequado e levà-lo ao superior hierárquico para que sigam os trâmites legais para que os tribunais possam agir em conformidade. No meu caso, onde todas as autoridades sabiam do caos embaraçoso onde eu estava metido. Casos houve onde mandei os medricas ditos agentes policiais, embora, porque desconheciam com atuar no caso do ruídoa da vizinhança. Um deles, vergonhosamente chegou a dizer-me que tinha uma vizinha no andar superior que andava de noite a caminhar, dentro da andar, com sapatos de taco alto e que não o deixavam dormir. Ora estes pseudo-agentes, desconhecedores das leis, não devemnem podem induzir um cidadão em erro e torná-lo arguido, quando supostamente, não levam às últimas consequências as suas intervenções. Sabe qual foi o crime a que fora acometido? Pois bem, dizia o mandado de busca: crime de ameaça e falsificação de documentos. Sabe o que é que me levaram de casa? Um computador e um equpamento de medição sonora, cujos agentes não sabiam do teor utilitário do que estavam a apreender. e sabe porque levou este magistrado a agir desta forma? Por incompetência policial. Porque um cidadão levou uma década a queixar-se às autoridade e estas não foram capazes de salvaguardar os reais interesses do contribuinte que lhes paga, mas agindo quando tal contribuinte manda uma missiva a todas as autoridades, relatando os factos: dizendo, são todos corresponsabilizados se algo de anormal acontecer neste condominio por falta da ação policial. Aqui está a forma rápida de encontrar um criminoso. Claro está que o caso foi arquivado, mas durante um ano eu não era um cidadão livre. Fora vexado pelas autoridades policiais que invadiram a minha propriedade

  30. Neste país ser constituido arguido é simplório. Basta dizer ou escrever umas verdades. Não é preciso denunciar ninguém, basta apontar as incongruências do sistema para se ir bater com os costados em Tribunal. Com a razão que lhe apraz, o Tribunal está-se nas tintas para a veracidade ds atos ou dos factos que se relantam para o bom desempenho da atividade. Daí as pessoas sérias fugirem dos Tribunais para dizer as verdades. Por ter-me demitido do local de trabalho por incompatibilidades profissionais e de o ter transmitido aos colegas, fui punido criminalmente apenas por ter divulgado através da net os parâmetros da minha demissão. Paguei pela coragem 150 dias de multa a 10 € dia, mais 1000€ de indemnização ao legal incompetente o que perfez com as custa no valor de 3700 €, para não falar no ano de inatividade profissional, aplicada. Por isso e quando falamos em liberdade de expressão eu questiono, que tipo de expressão e que tipo de liberdade existe neste país, onde continuaremos retorcidos de ideias

  31. A GNR nao deve ter nada para fazer(parece) ,tanto crime ainda por resolver e tanto roubos para explicar , dá a sensação que são os capangas de algum mafioso, e se não têm respeito pelos direitos dos outros como podem sequer pedir que respeitemos a “autoridade”? Isto só tem um nome é o velho malcheiroso fascismo mascarado pela lei e interessava muito saber quem anda por detras dessas ordens . GNR é guarda nacional republicana não uma organização para ser manipulada conforme convem a maçons ou a outros elitistas com ilusoes de grandezas

  32. é o pais de () que temos. Se calhar temos de nos dedicar todos a fazer algo verdadeiramente ilegal

  33. O crime que cometeste, foi não seres um corrupto, nem um criminoso, porque se assim o fosses não tinhas problemas, não vez? á tua volta, ;), os corruptos, os que matam, os que roubam aos milhoes, esses andam na boa, vão para inglaterra, vão para cabo verde, mas ninguem quer saber, deixa andar que eles têm muito, o teu crime é o de muitos portugueses, não terem conhecimentos para burlar bancos, empresas, idosos, entre outros, serem meros trabalhadores para poder sobreviver no dia a dia, esse é o teu crime o meu e o de todos os portugueses que neste momento apertam o cinto enquanto outros gastam o que é nosso… Percebes o teu crime??? Resumindo o teu crime é: Não teres um preço para estar calado, entendes???

  34. Lol! provavelemnte mexeste em interesses que nem conhecias, a Justiça portuguesa já é uma palhaçada hà muitos anos, vão tentar criar-te problemas até ficares calado, se queres continuar activo perde a identidade e o orgulho.
    Coragem porque agora só vai piorar.

  35. Boas!

    Relativamente ao processo é de tal forma ridiculo que me custa comentar… apenas que a ditadura democratica está cada vez mais descarada no nosso país e resto do mundo…

    Tudo que tenha leaks é associado a verdade… e a verdade querem sempre esconder… distrair as pessoas com merdas de entretenimentos, etc….

    Espero que não te acusem de outra mais forte, tipo abuso sexual, como o Julian Assange. Afinal de contas estamos em Portugal, onde agora se… por ventura… te enganares a enviar a merda do IRS vais PRESO por mentir ao fisco.

    BOA SORTE! E claro! Continua!

  36. Depois de ler isto tudo é fácil chegar a uma conclusão: O Rui foi incomodado por ser honesto e franco! E nem deito culpas á PJ, pois são apenas cumprem ordens de certa política de extrema-direita, facista-nazi. Os filhos de Salazar. Boa sorte Rui e um abraço solidário.

  37. amigo,
    apenas duas observações.
    1 – a constituição diz que “todos são inocentes até prova em contrário”. isto é mentira, e não acontece realmente na justiça portuguesa. em portugal todos são culpados até prova em contrário. resumindo, as “autoridades” podem acusar qualquer seja do que for e o indivíduo alvo de acusação é que tem de se provar inocente.

    2 – o crime que cometeste foi a utilização da liberdade de expressão, algo que deverias e deveriamos ter garantido após o golpe de estado militar simples em 25/04/74, mas tal não acontece também na verdade. A partir do momento que utilizas a liberdade de expressão para atingir o tal 1% que manda no país e tem 99,98% do capital do país, estás tramado e tudo farão para te tramar. Mais não seja andares enbrulhado com tribunais e advogados durante uns anos a gastares o pouco que tens. na visão deles, durante esse tempo tás calado e não continuas a passar mensagens que podem levar a verdade ao povo, também conhecido por “rebanho”.

    Força aí e abraço

  38. Eu bem te avisei uma vez no irc, quando tens a informação a tua visivel podes fácilmente ser apanhado, por isso é que convém ser anónimo na net 😉

  39. chora agora Rui Cuz. Só sabem falar mal das forças de segurança.
    Sabem de tudo o que se passou? sabem mesmo porque razao ele recebeu uma visita ou no que anda metido?

    Se eu criar um blog a dizer que fui cagar na mata e saiu ouro tb acreditavam nao?

    Opa enxerguem-se.

  40. o problema e que falas de mais ,tens uma vida correcta ,e tens um forte poder de te intruistes a ti propio,tudo que a ditadura nao gosta .

    1. o teu crime Rui, foi teres nascido português!!!!! o nosso povo é uma merda e como tal tem de ser tratado com todas as regalias que a merda merece….

  41. Num país onde tudo se omite, dizer a verdade é crime porque a verdade que não convém saber também o é.

  42. FORA COM A NOVA PIDE!!!
    Apoio a Rui Cruz e “Tugaleaks” incondicional!
    Disponham – FORÇA !!!

  43. Compra-se AK-47, dinamite ou c4 (o que tiver em promoção), glock 18 (dextro, não vá haver engano) e muita munição.

    1. Tenho uma navalha enferrugada, provavelmente com vírus de alguma doença…bem, na realidade é um corta-unhas mas vendo!

  44. compra uma metralhadora e mata todos do parlamento. da o exemplo e se n tens coragem, oferece 70 virgens a kem tem tomates.

  45. Com certeza que não cometeste nenhum crime, mas provavelmente incomodaste muitas pessoas e essa visita é o resultado. De qualquer forma e de acordo com o escreveste ter a casa revistada sem saber o motivo acho no mínimo ilegal.
    Nota final: Por favor estás a escrever com uma mixordia da dita “antiga grafia” e o (des)acordo ortográfico. Fica aqui uma sugestão, escreve em português que sempre conhecemos e aprendemos.

  46. Rui Cruz. Parece que a justiça portuguesa não tem mais nada que fazer. Tantos casos para resolver, mas enfim…
    Se és arguido, é porque incomodas. Se incomodas é porque est+as perto. Se estás perto é porque é verdade. Se é verdade então vai haver arguidos. Sr vai haver arguidos é porque incomodas(…) e assim em ciclo.
    A verdade nunca será apurada enquanto esta escumalha do poder judicial e politico comerem todos da mesma gamela.
    Não sei do que é que os militares estão á espera…
    Abraço e vai incomodando….

  47. rui isto está mesmo preto. nem um comentário me deixam fazer. esta tudo minado

  48. mas que se espera quando se escolhem “comandantes de castelo” disfarçados de laranjas? E que bem acomnpanhados por esses zelosos funcionários de justiça (ou será da?), sempre dispostos a mostrar serviço?!
    Claro que só numa republica de bananas perto de si.
    E de que presumivelmente muitos idiotas se tornaram acionistas…

  49. Para saber porque podes começar por ler o Mandado que certamente te entregaram …bons sabonetes….